quinta-feira

CHAPADA DO APODI: Movimento continua o diálogo com o Governo Federal.

Edílson Neto na sala do Ministro

Ministro Gilberto Carvalho - ao centro
Em Audiência realizada na manhã desta quarta-feira (21) em Brasília, o Ministro Chefe da Secretaria Nacional do Governo, Gilberto Carvalho, recebeu vários representantes dos movimentos sociais, entre eles estavam representantes da CUT, da Fetarn, da CPT, da Contag, da ASA e da Marcha Mundial das Mulheres, além do Presidente do STTR Apodi, Francisco Edilson Neto, do deputado estadual Fernando Mineiro e da deputada federal Fátima Bezerra. Sendo na oportunidade discutido o projeto de irrigação da Chapada do Apodi.
Os movimentos levaram as propostas para que os 280 milhões orçados para  o Projeto de Irrigação da Chapada do Apodi, sejam aplicados para o fortalecimento da agricultura familiar camponesa da região. As exigências é que se neutralize a presença do agronegócio/agrotóxicos que por sua vez é totalmente contraditório ao desenvolvimento que já está em curso na região, garantindo assim a permanência do homem e da mulher no campo. Propostas estas que diferem totalmente do modelo de Irrigação proposto pelo DNOCS que desapropria cerca de 13 mil hectares de terra e desabriga mais de 150 famílias.
O ministro Gilberto Carvalho se comprometeu em levar o debate à Presidenta e discutir com todos os setores do governo, sobretudo o Ministério do Desenvolvimento Agrário. Desta forma as lideranças que se fizeram presentes na reunião avaliam de forma positiva os seus resultados, onde o Ministro mostra que o Governo Federal está totalmente aberto para o diálogo na perspectiva de atender ao pleito dos agricultores e agricultoras familiares de Apodi. Ainda vale salientar que o projeto está incluído no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal.

Por: Agnaldo Fernandes